fbpx

Suporte para Caramanhola Extra em MTB Full Suspensions

Suporte Extra Para Caramanhola nas Bicicletas Full Suspensions é um Problema? Nem tanto e veja por que.

O suporte para caramanhola extra em bikes full suspension pode ser a solução para seu problema de hidratação, tanto nas provas, quantos nos pedais mais longos.

Se a sua bike full suspension não tem suporte de fabrica para duas caramanholas não se desespere. Atualmente é tão comum usar suportes adaptados – adaptados e não gambiarras, que isso já é muito comum e passa como original de tão bem feitos que alguns são.

Porque as marcas não fazem MTB com dois pontos de suporte para caramanhola?

Na verdade elas fazem sim, existem muitas mountain bikes com o suporte para caramanhola extra. Quer dizer, boa parte tem. Acontece que dependendo do tamanho do quadro e a sua geometria isso fica praticamente impossível de se casar. Simplesmente porque falta espaço.

Os quadros menores são os que mais sofrem. Em tamanhos como 15 ou 16 por exemplo são raros os casos com dois suportes.

Qual o melhor Local para Instalar o Adaptador?

Na verdade é um pouco difícil responder isso sem saber qual o quadro você usa. Em geral o melhor local é no canote, evidentemente voltada para a parte de trás, dessa forma evita que a sua cocha fique tocando na garrafinha. Também acho que está posição é bem pratica, a pegada não é de toda ruim e não interfere tanto na aerodinâmica e no visual.

O Que Fazer Então?

Sem problemas, de sede você não morre mais nos pedais. Já é bem comum encontrar em boas lojas essas adaptações, que como eu disse estão muito bem feitas hoje em dia. Suporte extra para caramanhola nas bicicletas full suspensions deixou de ser sinônimo de dor de cabaça. Numa pesquisa rápida pela internet você encontra estes adaptadores com certa facilidade.

Dica

Pesquise por “Adaptador de Caramanhola para Canote“, não precisa necessariamente na busca mencionar que é para bike Full Suspension, pois isto é indiferente.

Importante

É realmente muito importante que antes de instalar seu suporte extra para caramanhola nas bicicletas Full Suspensions você meça o tamanho do Shock Sag da sua bike.

Na verdade, o Shock Sag é a única coisa que diferencia a instalação do adaptador de caramanhola para canote de uma bicicleta Hardtail para uma Full Suspension.

Se o seu amortecedor tiver um curso de 90mm e sua roda for aro 29er é bem provável que seu Shock Sag seja de aproximadamente 9cm a 10cm.

Pera ai. O que é Shock Sag?

Shock Sag é o nome que damos ao trabalho do amortecedor. É quando ele sai da posição inicial e desce (ou sobe) quando em utilização real, ou seja, não adianta forçar com o corpo e tentar medir quanto ele abaixa. Você não terá força e nem peso suficiente pra isso.

O mais indicado é que pesquise junto ao fabricante do seu amortecedor.

Dito Isso

Você precisa instalar seu adaptador e posteriormente o suporte de caramanhola deixando o espaço pro tal do Shock Sag correspondente.

Encontre esta medida já com o suporte da Caramanhola instalado e deixe um espaço extra para evitar zumbidos do pneu raspando na garrafinha – mas isso também é incomum acontecer. Se medir direitinho, só vai ouvir isso em dias que o pneu juntar muito barro. Do contrario nem precisa esquentar a cabeça com isso.

Dependendo do tamanho do seu Canote e do Shock Sag da sua bicicleta não vai ser possível colocar garrafinhas de 700ml ou mais.

Recomendo os Suportes de Caramanhola de “puxar de lado”. Da pra usar o suporte comum que puxa pra cima numa boa, mas as vezes o selim atrapalha um pouco para tirar e voltar a colocar a garrafinha.

A Specialized faz uns suportes de puxar de lado muito bons. Com garrafinhas apropriadas para o ciclismo as suas travinhas não deixam a garrafa cair mesmo em terrenos bem acidentas e nas descidas mais cascudas.

O suporte que uso atualmente é destes, inclusive ela tem a conexão com sistema SWAT. Aproveitando que você curte bicicletas Full Suspension, da uma lida nestes dois Reviews, acho que vai gostar bastante.

Espero que tenha ajudado. Se o texto lhe ajudou não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais. Isso ajuda muito aqui o Blog.

Até mais e bora girar!

Mostrar mais

Edu Costa

Pai, Marido e Ciclista amador, praticante de MTB e Gravel que adora competições e procura novas rotas e aventuras com a bike. Acredita no poder transformador do esporte e por isso compartilha experiências e informações. Escreve sobre o ciclismo Road Bike e Mountain Bike desde 2009 em seu primeiro projeto e agora é o fundador e editor do Mountain Bike Brasil

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Gostou do Conteúdo?

Fortaleça o projeto seguindo a gente no Youtube!