fbpx

Guidão de Mountain Bike mais largo. 5 Razões para você escolher um guidão mais largo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O mountain bike é uma das modalidades do ciclismo que mais exige mobilidade, manobrabilidade e equilíbrio. Pilotar em trilhas técnicas ou à beira de encostas e barrancos nem sempre é tão belo quanto nos vemos nos vídeos do Youtube ou da RedBull.

Como esses caras conseguem manobras tão ariscas e possuem tanto controle sobre a bike em altas velocidades? Ok, não é apenas o guidão. Anos de pratica, habilidade nata e muito treino fazem parte do conjunto, mas certamente todos esses profissionais incríveis já migraram para os guidões mais largos, e hoje, neste artigo nós vamos lhe mostrar porque você deveria fazer o mesmo.

Dentre as bikes que podemos chamar de lazer/performance, as mountain bikes são as que apresentam os guidões mais largos, pois fornecem o máximo de estabilidade ao ciclista. 

Quebrando um paradigma, no qual se acreditava que nem todo mountain biker precisa de um guidão largo, seja para passeio ou competição (exceto se predominantemente pedala em trilhas muito apertadas, mas apertadas mesmo!), você deve ter notado que os guidões de mountain bike ficaram cada vez mais largos e que agora, já saem de fábrica assim.

Por que os guiadores de mountain bike são tão largos?

As mountain bikes possuem guidões mais largos, porque quanto maior for a alavanca, mais fácil será curvá-la. Dessa é necessário muito menos força para mover um guidão largo, mas ao mesmo tempo, você tem que mover o guiador muito mais para fazê-lo ir em uma determinada direção. 

Razões pelas quais as bicicletas de montanha têm guidões largos

Com certeza, o guidão mais largo melhora imediatamente a sua pilotagem, tanto em curvas de alta velocidade, quanto na manobrabilidade em trilhas e especialmente nas subidas técnicas.

Abaixo, vamos detalhar essas vantagens e mostrar como o guidão mais largo pode melhor sua experiencia no mountain bike.

1 – Melhora a performance em subidas e deixa a bike mais estabilizada

Pedalar forte em subidas com um guidão muito estreito deixa o ciclista mais cansado. Isso acontece porque o guidão mais curto deixa o tórax mais fechado, enquanto que o guidão mais largo abre o tórax e melhora a respiração.

Além disso, deixa a bike mais estável e “na mão”, literalmente. Um guidão mais largo vai te entregar mais controle em subidas muito íngremes, especialmente em subidas técnicas.

2 – Melhorar a posição de pilotagem

O guidão mais largo cria uma posição de pilotagem mais controlada na bicicleta em comparação com um guidão mais estreito. Isso pode ser ainda mais perceptível quando o ciclista se levanta para pedalar em pé, e bate forte de um lado para outro.

O guidão mais largo promove muito mais controle da bike em pedaladas em pé, pois deixa os braços mais aberto e com mais margem de manobra devido a alavanca facilitada.

3 – Melhora a capacidade de descidas do ciclista

Ao descermos, mantemos o guidão pressionado para baixo, e quanto mais íngreme a descida, mais verdade isso é. Com o guidão mais largo, podemos manter essa pressão com mais facilidade, com os braços mais flexionados e por tanto, com mais controle em comparação com um guidão curto.

4- Ajuda a conservar a energia do piloto

O guidão ais largo ajuda na absorção de impactos, em grande parte pela sua maior capacidade de dissipação, evitando que a reverberação e as vibrações do terreno cheguem com tanta intensidade aos braços dos ciclistas.

Além disso, a posição de pilotagem favorece a economia de movimentos, possibilita que o ciclista faça menos força e dessa forma gaste menos energia.

5 – Envolve músculos maiores do corpo e reduz o risco de lesões 

Quando você está pedalando com uma postura mais acertada e confortável, seu corpo usa os músculos maiores de seu ombro, tórax e torso, ao invés de simplesmente jogar seu peso sobre o guidão. Como já dissemos, isso deixa a pilotagem em terrenos técnicos muito mais fácil. É desta forma que podemos deduzir que músculos adequados sendo requisitados para uma função, tendem a reduzir as chances de lesão ou estresse, especialmente nos ombros.

compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

comenta ai :)

Deixe uma resposta

Gostou do Conteúdo?

Fortaleça o projeto seguindo a gente no Youtube!