fbpx

O Corta Vento Élfico Trail-Series da Specialized

Madrugada, aquela ansiedade pré-pedal que já não deveria mais sentir começa a encostar. Por uma fresta da janela você da uma espiada no clima, o asfalto úmido denuncia; parece que rolou uma garoa fina na madrugada. Escuta o murmulho, então olha para a copa das arvores e já sabe, hoje o vento está soprando um pouco mais frio.

É só mais uma manhã típica do outono-inverno, tudo bem, basta acrescentar algo a mais na tralha do pedal e partir. Mas o que? Uma jaqueta? Não, não é pra tanto. Uma capa de chuva? Hum, também não, até porque não deve chover tanto e o custo disso é alto demais para uma garoa fina. Além disso, não quero nada pesado pra carregar no bolso da jersey.

Inevitável, a resposta óbvia é: um corta-vento!

Corta Vento Élfico Trail-Series da Specialized

Corta Vento Élfico Trail-Series da Specialized

Perfeito, se concordamos nisso essa é a minha deixa para começar a falar do corta vento Trail Series da Specialized. A marca californiana nos apresentou um corta vento leve e super compacto quando dobrado certinho, confeccionado em poliéster reciclado surpreende com toque super agradável e de quebra, uma resistência a respingos muito mais eficiente, ao meu ver do que o declarado no site oficial da marca.

Além disso um capuz combinado com uma gola quase rulê te protege daquele respingo geladinho que escorre pra dentro e arrepia até a espinha.

Corta Vento Élfico Trail-Series da Specialized

Outro fator que destaca o corta vento Trail Series Specialized dos demais é o corte slim, é bem acinturado e muito bem ajustado ao corpo, o que da um visual diferenciado ao ciclista. Simplesmente não parece uma peça simples que alguém usaria “somente” para pedalar.

Tudo isso me leva a pensar, que da pra dar uma esticadinha além da bike com ele fácil, fácil. Esse estilo de windbreak Anorak tem marcado presença em muitas vitrines, exatamente pela influencia do estilo streetwear.

O bolso lateral está quase na mesma posição dos estilo de jaquetas Canguro. Possui ziper, o que faz todo sentido numa roupa de ação, evitando que itens caiam durante o pedal ou nas manobras. Porém, estão na mesma posição deste estilo tradicional e é absolutamente intuitivo buscar refugio quentinho neles.

Como um corta vento descente, ele não tem bolsos na parte de trás. Muito obrigado por isso! Lembre-se que ele protege você de vento, respingos de lama e chuva fina. Bolsos atrás se transformariam em reservatório de barro e terra. Seria desagradável, nada bom!

Corta Vento Élfico Trail-Series da Specialized

Completando a parte traseira, uma discreta e bonita faixa refletiva para aumentar um pouco a segurança, e ainda, pequenos e simétricos furinhos feitos a laser com um corte praticamente cirúrgico e que evitam, dessa forma que a peça desfie. A função dos furinhos é ajudar na ventilação e na troca de calor.

Em relação a proteção, considero que ele vai muito além do básico. Pedalei com ele dois dias nas montanhas capixabas em Domingos Martins – ES. Segurou muito bem o vento e a chuva fina, mais forte que uma garoa no dia não foi um problema.

Corta Vento Élfico Trail-Series da Specialized

Tanto o ziper dos bolsos, quanto o ziper de fechamento do peito, receberam uma atenção especial para garantir mais proteção a água, mas sem perder o estilo. Possuem uma alça de fechamento que ajuda muito a fechar. Se o acabamento extra na parte interna impede que aquele friozinho passe pelo ziper, ainda ajuda na retenção da água. Enquanto a parte final do curso do ziper, uma capa da o acabamento perfeito.

Corta Vento Élfico Trail-Series da Specialized
Corta Vento Élfico Trail-Series da Specialized

E não poderia deixar de destacar o acabamento primoroso, típico dos produtos Specialized. As costuras, emendas e a simetria da peça é simples e limpa. Vestiu muito bem como já mencionei e realmente a peça me agradou, senti-me leve com ela e por vezes esqueci que estava usando um corta vento. Então, dai vem a brincadeira com a referencia de uma roupa élfica, exatamente por todas essas características encantadoras dedicadas a um corta vento.

Portanto, definitivamente recomendo a peça e vou indicar para amigos.

Edu Costa

Pai, Marido e Ciclista amador, praticante de MTB e Gravel que adora competições e procura novas rotas e aventuras com a bike. Acredita no poder transformador do esporte e por isso compartilha experiências e informações. Escreve sobre o ciclismo Road Bike e Mountain Bike desde 2009 em seu primeiro projeto e agora é o fundador e editor do Mountain Bike Brasil

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Gostou do Conteúdo?

Fortaleça o projeto seguindo a gente no Youtube!